HARMONIZAÇÃO COM VINHOS!

Apreciar uma boa carne, bem preparada e no ponto certo, é sempre muito prazeroso. Mas tudo fica ainda melhor quando harmonizamos nossos cortes de carnes preferidos com vinhos, não é mesmo?

Vamos lhe apresentar umas dicas para que você possa aprender a harmonizar seus pratos com os vinhos corretos!

Devemos sempre levar em consideração o modo de preparo do prato e seus principais ingredientes pois, a partir deste ponto, poderemos perceber o vinho que irá harmonizar corretamente com o prato. A primeira regra para a harmonização é que quanto mais intenso for o prato, mais o vinho que o acompanha deve ser encorpado.

– APERITIVOS: Para iniciar a sua refeição e completar os pratos de entrada, a dia é servir um espumante ou então algum vinho branco seco, como Chardonnay e Sauvignon Blanc.

– CARNES VERMELHAS: Estas peças pedem um vinho mais encorpado, como o vinho tinto. Para os tipos diferentes de preparo, podem ser harmonizados:

  • Grelhados ao molho leve: vinhos mais maduros, com corpo médio a robusto, como também com espumantes.
  • Grelhados ao molho forte: vinho tinto mais maduro, corpo médio a robusto.
  • Peças próximas ao osso: cortes como a costela, o vinho deve ser de médio corpo a encorpados, como as uvas Malbec e Cabernet Sauvignon.
  • Carnes de caça: a indicação é um vinho mais encorpado.

– CARNES BRANCAS: Estas peças podem ser servidas com vinho branco ou tinto, suaves e médios.

– MASSAS: Utilize vinhos que sejam tintos jovens, de leve ou médio corpo. Para massas com molho vermelho, opte por vinho tinto mais maduro de médio corpo a robusto.

– SOBREMESAS: As sobremesas, por serem bastante doces, podem ser acompanhadas de vinho do porto ou vinhos brancos mais doces.

 

– O QUE NÃO COMBINA COM VINHO?

Por mais que os vinhos sejam uma deliciosa pedida e muito apreciada, alguns alimentos não harmonizam muito bem com o vinho, podendo deixar os sabores menos acentuados e menos agradáveis para o paladar.

  • Temperos: os mais acentuados, como wasabi, curry, dendê e shoyu.
  • Verduras e legumes: alguns destes alimentos, como a couve e aspargo.
  • Alimentos ácidos: tal como kiwi, vinagre, laranja e limão.
  • Diversos: sopa, feijoada, ovos, chocolates, dentre outros.
Recommended Posts

Leave a Comment